UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/06/2010 - 07h32

Produção industrial é desta nesta terça-feira

SÃO PAULO - A terça-feira reserva indicadores relevantes tanto na agenda doméstica quanto externa e também marca a retomada dos negócios em Wall Street depois do feriado de ontem.

Na agenda local, sai a produção industrial de abril, que deve ter queda no comparativo mensal, captando a retração na produção de automóveis após o fim do incentivo fiscal dado pelo governo. Para a Máxima Asset, essa contração no confronto mês a mês deve ficar em 1,3%; já a CM Capital Markets trabalha com queda de 1,5%.

Ainda na agenda doméstica, os agentes conhecem o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o comportamento da balança comercial em maio.

Da China, vem um índice de atividade. Nos Estados Unidos, atenção fica com o índice de atividade no setor industrial no mês de maio. O consenso sugere queda de 60,4 para 59,5. Também vai ser apresentado o gasto com construção em abril e um índice de atividade do Federal Reserve (Fed) de Dallas.

Na agenda europeia, atenção à taxa de desemprego em abril. O dia também conta com a decisão de juros do banco central da Austrália, que deve optar pela manutenção da taxa básica em 4,5% ao ano.

Amanhã, sai o IPC da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e o fluxo cambial do mês de maio. Na quinta-feira, o mercado local não opera em função de feriado, mas a agenda americana é carregada, reservando os dados de emprego da ADP, produtividade trimestral da mão de obra, encomendas à indústria, atividade no setor de serviços, e discurso do presidente do Fed, Ben Bernanke.

Na sexta-feira, atenção aos dados oficiais sobre o mercado de trabalho americano e ao PIB da zona do euro.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host