UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/06/2010 - 16h36

SEC lança nova regra para suspensão de ações com grande oscilação

SÃO PAULO - A Securities and Exchange Commission (SEC, comissão de valores mobiliários dos EUA) aprovou nesta quinta-feira novas regras que exigem que as bolsas e a Financial Industry Regulatory Authority (Finra) suspendam a negociação de determinadas ações se o preço delas oscilar 10% ou mais em um período de 5 minutos.

As regras vieram em resposta à interrupção do mercado em 6 de maio e vão ser implementadas a partir de amanhã.

"A interrupção de mercado no dia 6 de maio mostrou um problema repentino e temporário na função de estabelecer preço do mercado, quando um número de ações e ETFs foram executadas a preços claramente irracionais", declarou a presidente da SEC, Mary Schapiro.

Segundo ela, ao estabelecer-se uma série de sistemas de controle (circuit breakers), que suspendem uniformemente os negócios, as novas regras vão garantir que todos os mercados pausem simultaneamente e haja tempo que compradores e vendedores negociam a preços racionais.

Pelas regras, a negociação com uma ação pode ser interrompida nos mercados de títulos dos Estados Unidos por um período de 5 minutos se esse papel ter uma mudança de 10% no preço em relação aos 5 minutos antecedentes.

A pausa, que pode ser aplicada a papéis no indicador S & P 500, dará aos mercados a oportunidade de atrair interessados na ação afetada, estabelecendo um preço de mercado razoável e retomando a comercialização de maneira justa e ordenada. Inicialmente, as novas regras vão funcionar em uma base piloto até 10 de dezembro. As bolsas usarão o período de piloto para fazer ajustes nos parâmetros de acionamento do circuit braker, para depois expandir o sistema para os demais papéis do S & P 500, incluindo fundos de índice (ETFs).

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host