UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 18h27

Após compra da Femsa, Heineken vê grande potencial no México

SÃO PAULO - O presidente da Heineken, Jean François van Boxmeer, disse hoje que a compra da Femsa permitiu à cervejaria holandesa fortalecer sua posição em três dos seis principais mercados em crescimento do mundo, referindo-se ao México, ao Brasil e aos Estados Unidos.

Segundo Boxmeer, a aquisição aumentou o valor da participação da empresa nos mercados onde a Femsa está presente.

Durante a apresentação a investidores em Paris, o executivo afirmou que vê um significativo potencial de crescimento das marcas de sua empresa no México. Ele destacou a estabilidade institucional e o atraente ambiente econômico do país, que deve crescer a uma taxa média anual de 2,8% entre 2008 e 2015.

Para Boxmeer, o mercado mexicano de cerveja permanece subdesenvolvido, o que revela uma oportunidade ao desenvolvimento do consumo de bebidas do segmento Premium, em que o crescimento tem sido acima da média no mundo.

Segundo o presidente da Heineken, o consumo de cerveja no México deverá crescer 2,5% anualmente até 2015. No evento, ele também fez considerações sobre a crise na Europa, apontando que o mercado do continente é o que está sob maior pressão. (Eduardo Laguna | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host