UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 11h55

DIs longos seguem recompondo prêmios de risco

SÃO PAULO - Depois de um pregão de pouca definição, os contratos de juros futuros retomaram o viés de alta. Segundo o analista econômico da Mercatto Investimentos, Gabriel Goulart, sem grandes novidades na agenda, o mercado dá sequência ao movimento de recomposição de prêmios.

Ele comenta que o aumento na inclinação da curva capta a melhora de percepção com relação à crise da Europa. Conforme essa preocupação diminui, diz o analista, os agentes voltam a olhar os dados internos, que não sugerem alívio, mostrando crescimento muito forte da atividade e núcleos de inflação resistentes à queda.

Por volta das 11h50, na BM & F, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em julho de 2010 marcava estabilidade, a 10,13%. Agosto de 2010 também operava estável, a 10,27%. Mas janeiro de 2011, referência de mercado, subia 0,03 ponto, a 11,19%.

Entre os longos, o DI para janeiro de 2012 acumulava 0,05 ponto, a 12,22%. Janeiro 2013 também avançava 0,05 ponto, projetando 12,42%. E janeiro 2014 registrava acréscimo de 0,06 ponto, apontando 12,44%.

O volume era elevado para o horário, indicando antecipação de negócios devido ao jogo do Brasil na Copa do Mundo, marcado para as 15h30, no horário de Brasília. Até às 11h50, foram transacionados 435.425 contratos. O mais líquido era janeiro 2011 com 135.560 contratos.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host