UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 19h23

Estrangeiros compram US$ 110 bilhões em ativos dos EUA em abril

SÃO PAULO - Os investidores estrangeiros compraram menos ativos nos Estados Unidos durante o mês de abril. Segundo o Departamento do Tesouro, a compra líquida de ativos americanos por estrangeiros somou US$ 110,9 bilhões em abril. Em março, o volume registrado fora de US$ 157,6 bilhões.

Do total comprado no quarto mês do ano, US$ 76,4 bilhões foram em títulos da dívida (treasury), US$ 14,29 bilhões em títulos de agências, US$ 10 bilhões em títulos corporativos e outros US$ 10 bilhões em ações.

Em março, foram US$ 108 bilhões em treasuries, US$ 21,9 bilhões em títulos de agência, US$ 16 em títulos corporativos e US$ 11,2 bilhões em ações.
Os números do Tesouro Americano também permitem fazer uma avaliação por país. O Brasil aparece como maior comprador de ativos americanos dentro da América Latina. Em abril, foram US$ 3,88 bilhões, sendo US$ 3,56 bilhões em treasuries, contra apenas US$ 586 milhões em março de 2010.

Já entre os países da Europa, o Reino Unido foi o grande financiador dos EUA, tomando US$ 51,09 bilhões em ativos no mês de abril, contra os US$ 54,36 bilhões um mês antes.
No Caribe, o destaque fica com a Ilhas Cayman, famoso paraíso fiscal, que tomaram US$ 12,4 bilhões, depois de venderem US$ 199 milhões em março.
E na Ásia, o Japão respondeu por US$ 20,4 bilhões do total de US$ 28,9 bilhões comprados por toda a região. Em março, a ilha tinha comprado US$ 23,79 bilhões. A China também reduziu as compras, mas de forma mais marcante. Depois de levar US$ 19,13 bilhões em março, tomou apenas US$ 6,2 bilhões em abril.
Atenção agora aos dados de maio, que serão conhecidos em julho, e devem mostrar um crescimento de demanda já o mês marcou o agravamento da crise europeia que levou a uma corrida pelos títulos americanos. Tal expectativa tem respaldo no comportamento diário dos títulos americanos, que perderam prêmio ao longo do mês, mostrando crescimento consistente na demanda.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host