UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/06/2010 - 17h56

Após aquisições, Marfrig pode ter nota rebaixada pela Moody's

SÃO PAULO - A Moody's colocou as notas de crédito da Marfrig em revisão para possível rebaixamento, na esteira da aquisição da americana Keystone Foods por US$ 1,26 bilhão, montante que será financiado com uma emissão de debêntures de R$ 2,5 bilhões.

Será revisto o rating corporativo em escala global (B1), assim como a classificação de dívidas equivalentes a US$ 875 milhões em notas com vencimento em 2016 e 2020, que também têm o rating "B1".

Em nota, a agência de classificação de risco mostra preocupação com o que chama de acelerado ritmo de aquisições da Marfrig, uma vez que, além da Keystone, o grupo comprou a Seara, em operação anunciada no ano passado.

"A integração dessas operações aos negócios da empresa trará grandes desafios operacionais e de execução, além daqueles apresentados pelas aquisições anteriores", assinalou a Moody's, acrescentando que esses movimentos poderão pressionar o balanço patrimonial da Marfrig.

Segundo a agência, a compra da Keystone acarreta impacto "substancialmente positivo" quando se considera fatores de tamanho e escala. No entanto, a Moody's cita que a administração do frigorífico brasileiro terá que enfrentar o duro teste de operar e integrar de maneira eficiente várias empresas com atividades diferentes. (Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host