UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/06/2010 - 07h48

Varejo no Brasil e inflação nos EUA movimentam o dia

SÃO PAULO - A quarta-feira tem carregada agenda de indicadores em âmbito doméstico e externo. Por aqui, destacam-se as vendas no comércio varejista referentes ao mês de abril. As previsões sugerem retração ao redor de 2% no comparativo mensal, mas um crescimento superior a 10% perante abril de 2009.

Antes disso, os agentes conhecem o Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de junho. A Máxima Asset prevê elevação de 1,30%, vindo de avanço de 1,11%. Também vai ser conhecida uma leitura do Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S).

Na agenda americana, por volta das 9h30, os investidores conhecem o Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês). O consenso sugere deflação de 0,5%. Para o núcleo do indicador, que tira alimentos e energia da conta, está prevista leve acréscimo de 0,1%. Ainda nesse horário, saem os dados sobre construção de novas moradias em maio, que devem mostrar declínio mensal de 3,2%. Também sai a demanda por alvarás de construção.

Pouco depois, por volta das 10h15, o Federal Reserve (Fed), banco central americano, mostra o desempenho da indústria americana em maio. É aguardada nova elevação de 0,8% na produção. No final da tarde, se espera um discurso do presidente do Fed, Ben Bernanke. Amanhã, o destaque fica com a ata do Comitê de Política Monetária (Copom). Já nos EUA, vai ser apresentado o índice de preços ao consumidor.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host