UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/06/2010 - 17h43 / Atualizada 25/06/2010 - 17h54

BC elevará compulsório sobre depósitos à vista a 45% até 2014

BRASÍLIA - O Banco Central vai devolver ao patamar pré-crise, gradativamente, a alíquota do recolhimento compulsório que os bancos têm de fazer no volume de depósitos à vista. O percentual hoje é de 42% e subirá para 43% em julho de 2010. Em julho de 2012, irá para 44% e, por fim, voltará aos 45% originais em julho de 2014.

Só o aumento de um ponto percentual em julho vai enxugar R$ 1,6 bilhão da liquidez dos bancos, de acordo com comunicado divulgado hoje pela autoridade monetária. O depósito compulsório é o recolhimento, junto ao Banco Central, de parte dos recursos depositados nos bancos - parcela que não pode ser usada pelas instituições para fazer empréstimos, por exemplo.

De acordo com o BC, a mudança é proporcional à redução da alíquota exigida para aplicação no crédito rural. Hoje, os bancos precisam direcionar 30% dos depósitos à vista para financiamento agrícola. Essa fatia vai baixar para 29% em 1 de julho e recuar 1 ponto percentual a cada ano até julho de 2014, quando a alíquota vai totalizar 25%. Para compensar essa liberação de recursos, o BC vai elevar, progressivamente, o compulsório sobre depósitos à vista até 45%.

(Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host