UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/06/2010 - 16h57 / Atualizada 25/06/2010 - 17h27

China pode ultrapassar o Japão em consumo em 2015

SÃO PAULO - O consumo de bens e serviços na China pode chegar a US$ 5 trilhões em 2015, ultrapassando a marca japonesa, segundo informou Wang Xuanqing, diretor do Ministério do Comércio da China, à agência de notícias oficial Xinhua.

A projeção foi feita com base no crescimento médio de 11,6% no consumo chinês desde 2000. Se confirmada, a China passaria a ocupar a segunda posição no ranking dos maiores consumidores mundiais.

O executivo do governo chinês ressalta que o consumo interno na China ainda é fraco se comparado ao dos países desenvolvidos, e enfatizou que "uma economia com fraco consumo não é sustentável". "Se o consumo continuar fraco por muito tempo, o crescimento econômico vai depender cada vez mais de investimentos e exportações", alertou Wang Xuanqing, acrescentando que isso se daria em um cenário com restrição de recursos e mudanças no mercado internacional. Dados da agência de estatísticas da China divulgados em maio mostraram que as vendas de varejo cresceram 18,7%, na taxa anualizada, somando US$ 1,25 trilhão de yuan (US$ 183 bilhões).

Para incentivar o consumo no país, o governo chinês concedeu estímulos para a compra de eletrodomésticos, além de reduzir impostos para a aquisição de carros.

(Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host