UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/06/2010 - 12h52

Dólar ajusta para baixo e já vale menos de R$ 1,80

SÃO PAULO - O dólar comercial devolve parte da forte alta registrada no pregão de ontem e volta a valer menos de R$ 1,80. Perto de 12h50, o dólar comercial apresentava baixa de 0,82%, a R$ 1,794 na compra e R$ 1,796 na venda.

No mercado futuro, o dólar com vencimento em julho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apontava desvalorização de 0,68%, a R$ 1,7995. Esse contrato expira hoje e a referência passa a ser o dólar para agosto, que já concentra a liquidez e registrava baixa de 1,25%, a R$ 1,807.

O gerente de operações da Terra Futuros, Arnaldo Puccinelli, comentou ainda que há espaço para mais correção de baixa em função os estresse de ontem, mas o momento ainda requer cautela, pois o comportamento dos mercados mundiais não mostra consistência.

Puccinelli também chama atenção para o baixo volume do mercado futuro em especial por ser dia de formação de Ptax (média das cotações ponderada pelo volume) que liquidará o contrato de abril. A movimentação para formação desse preço se concentra no período da manhã.

Ainda no mercado futuro, chamou atenção a movimentação dos bancos no pregão de ontem. A forte valorização de preço do dólar não assustou as instituições, que voltaram a vender contratos futuros, ou seja, apostar na valorização do real.

Ao que parece deu certo, já que a moeda local ganha valor nesta quarta-feira. O que não dá para saber é se os contratos vendidos foram para vencimento em julho ou agosto.

Ontem, os bancos venderam US$ 1,78 bilhão em contratos, maior movimentação diária do mês. Com isso, a posição vendida foi a US$ 4,25 bilhões. Até então, os bancos compravam moeda.

Já os estrangeiros compraram moeda. Foram US$ 257 milhões em contratos, que elevou a posição pró-dólar a US$ 1,50 bilhão.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host