UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/07/2010 - 14h12

Desembolsos do BNDES somam R$ 46 bilhões até maio

SÃO PAULO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 46 bilhões nos cinco primeiros meses do ano, o que significou incremento de 41% em relação aos R$ 32,6 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

As aprovações de empréstimo também tiveram alta significativa, de 43% em relação ao período de janeiro a maio de 2009. De acordo com o banco de fomento, o destaque para o crescimento foram as operações do Programa de Sustentação do Investimento, o BNDES-PSI.

Somente em maio, o banco desembolsou R$ 10,4 bilhões, valor 72% superior aos R$ 6 bilhões liberados em maio de 2009. As aprovações também cresceram, atingindo R$ 15,5 bilhões, com alta de 38%. Os enquadramentos somaram R$ 18,8 bilhões, expansão de 16%, e as consultas chegaram a R$ 21,4 bilhões, com elevação de 23,5%.

Nos desembolsos realizados ao longo de 12 meses, até maio, a instituição desembolsou R$ 150,7 bilhões, o equivalente a aumento de 64% na comparação com os mesmos meses do ano anterior.

Do total liberado neste período, R$ 64,4 bilhões foram para a Indústria e R$ 54,2 bilhões para a Infraestrutura. Neste último item, além do segmento de transporte rodoviário, com R$ 19 bilhões desembolsados, o destaque foi energia elétrica, com R$ 13,2 bilhões.

Incluem-se, neste caso, projetos considerados estruturantes que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) como as hidrelétricas do Rio Madeira.

As aprovações de empréstimos do banco de fomento encerraram maio com total de R$ 187,9 bilhões em 12 meses. Trata-se de incremento de 57%. Já as consultas mantiveram-se estáveis, acumulando R$ 207 bilhões no total.

(Juliana Ennes | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host