UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/07/2010 - 17h51

Indicadores decepcionam e Wall Street fecha em queda

SÃO PAULO - Uma combinação de indicadores pesou sobre Wall Street, que encerrou esta sessão em queda. Os dados econômicos, principalmente nos EUA, geram temores de que a recuperação da economia mundial corre riscos. O índice Dow Jones perdeu 0,42%, aos 9.733 pontos. O Nasdaq recuou 0,37%, aos 2.101 pontos. O S & P-500, por sua vez, apresentou desvalorização de 0,32%, aos 1.027 pontos. À espera do indicador oficial de emprego mensal dos EUA, a ser divulgado amanhã, os investidores receberam hoje os dados dos novos pedidos de seguro-desemprego. Na semana terminada no dia 26 de junho, os pedidos somaram 472 mil, um aumento de 13 mil em comparação com a leitura da semana retrasada, de 459 mil (dado revisado). A recuperação da crise, originada no mercado imobiliário americano, também foi colocada em cheque os indicadores de gastos com construção e de casas pendentes, ambos com queda em maio. Além disso, o setor manufatureiro dos EUA mostrou fraqueza, depois que o indicador que mede o desempenho dessa atividade saiu de 59,7 em maio para 56,2 em junho. Vale notar que, apesar da queda, qualquer leitura acima de 50 expressa expansão da atividade. Também mostraram expansão, mas com desaceleração os Índice dos Gerentes de Compra (PMI, na sigla em inglês) para o setor manufatureiro da zona do euro e da China. Nas bolsas, o setor financeiro foi um dos mais prejudicados pelas amostras das dificuldades que a economia mundial apresenta. As ações do Bank of America perderam 2,44%, enquanto as do Goldman Sachs recuaram 0,1%.

(Vanessa Dezem | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host