UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/07/2010 - 21h46

Formar poupança doméstica é um dos desafios para o país, diz Meirelles

SÃO PAULO - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, apontou a formação da poupança doméstica como um dos maiores desafios para o crescimento do Brasil na próxima década.

Durante evento em São Paulo na noite desta segunda-feira, Meirelles afirmou que o desafio passa por uma maior eficiência do Estado e das intermediações financeiras, da mesma forma que exige a manutenção de uma política macroeconômica responsável.

O presidente da autoridade monetária disse também que o Brasil encontrou "o caminho sólido do crescimento sustentável", após décadas de experimentalismo político e econômico. Ele observou que agora o Brasil tem condições de olhar para o futuro.

"Quando ficávamos reinventando a macroeconomia a cada ano, não havia espaço para se pensar isso", disse, destacando que há condições para que atual situação econômica do país se torne permanente.

Segundo ele, uma das condições para que o Brasil seja o país do futuro que sempre se desejou é ter uma moeda que garanta o poder de compra. "O poder de compra da moeda é uma garantia básica do governo ao cidadão brasileiro." Ele destacou ainda que, após cinco meses de recessão, o Brasil está crescendo há cinco trimestres consecutivos e liderando a recuperação mundial.

Meirelles repetiu que a sociedade já reconhece a estabilidade econômica como condição necessária ao crescimento. Segundo ele, essa estabilidade na economia tem permitido um alongamento dos prazos de investimento.

"Os efeitos da racionalidade econômica têm e devem ter condições de se tornarem permanentes no Brasil", afirmou.

(Eduardo Laguna e Francine de Lorenzo | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host