UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/07/2010 - 10h03

Emprego na indústria avança 0,3% em maio e 4,2% ante 2009, nota IBGE

SÃO PAULO - O emprego na indústria subiu 0,3% de abril para maio, com ajuste sazonal. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi o quinto resultado positivo na sequência.
Perante maio de 2009, houve crescimento de 4,2%, a taxa mais expressiva da série desde outubro de 2004. Nesta base de comparação, todos os 14 locais avaliados registraram elevação no emprego industrial, com destaque para São Paulo. Na indústria paulista, o pessoal ocupado assalariado cresceu 3,3%.

Dos 18 segmentos investigados, 15 ampliaram suas equipes em maio, no confronto com igual mês de 2009. Deles, sobressaíram produtos de metal (8,9%), máquinas e equipamentos (6,4%), calçados e couro (8,2%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (8,3%). Em sentido inverso, ficaram madeira (-4,9%), refino de petróleo e produção de álcool (-2,7%) e fumo (-5,8%).

No acumulado do ano, o pessoal ocupado assalariado avançou 1,9%, com 13 locais e 14 ramos com aumento do contingente de trabalhadores. Em 12 meses, no entanto, houve queda no emprego industrial, de 2,6%.

O IBGE mostrou ainda que o número de horas pagas aos trabalhadores da indústria avançou 0,3% no mês em maio, alcançando 3% de elevação no acumulado do ano. Frente a maio de 2009, o aumento de 5,5% foi o mais expressivo desde o começo da série do organismo.

Já o valor da folha de pagamento real diminuiu 0,8% na passagem de abril para maio, mas registrou acréscimo de 3,7% no comparativo com o quinto mês de 2009. De janeiro a maio, a alta foi de 3,8%, sendo que a maioria dos setores analisados (13 de 14) ampliaram o valor da folha. Em 12 meses, no entanto, foi observada diminuição de 0,9%.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host