UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/07/2010 - 09h39

Bovespa sinaliza abertura positiva em dia de vencimento de opções

SÃO PAULO - Após a forte queda apurada pelas bolsas americanas na última sexta-feira, quando o Ibovespa também fechou no vermelho, os dois mercados sinalizam uma abertura positiva no pregão de abertura desta semana.

Em dia de agenda fraca de indicadores nos Estados Unidos, no Brasil, os investidores estarão atentos ao vencimento de opções sobre ações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que poderá influenciar a trajetória do mercado até as 13h.

Nesta manhã, o Ibovespa futuro seguia o mercado americano e registrava alta de 0,52%, aos 63.130 pontos.

Na sexta-feira passada, o principal índice da bolsa brasileira teve desvalorização de 1,81%, aos 62.339 pontos. O giro financeiro foi de R$ 4,25 bilhões.

Nesta segunda-feira, as notícias vindas da Europa não são positivas. A Moody´s rebaixou em um grau a classificação soberana dos títulos da dívida irlandesa. A mudança da nota de crédito, de Aa1 para Aa2, foi motivada pela deterioração das perspectivas econômicas do país, cenário que prejudica sua capacidade de lidar com o déficit fiscal.

Já a Hungria teve as negociações de um pacote de resgate financeiro junto à União Européia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) suspensas.

O país deve cumprir metas rigorosas para reduzir sua dívida em troca de empréstimos de 20 bilhões de euros (US$ 26 bilhões) vindos da UE, do FMI e do Banco Mundial.

No sábado, entretanto, a Comissão Europeia e membros do FMI disseram que havia "uma série de questões em aberto" sobre os planos de gastos do governo húngaro para o próximo ano.

O porta-voz da UE, Ton van Lierop, informou que não há um prazo para retomar as negociações sobre o empréstimo, mas que não espera que a decisão tenha efeito imediato sobre a Hungria.

Na pauta de indicadores, o Banco Central Europeu (BCE) apontou que o déficit em conta corrente na zona do euro cresceu ligeiramente em maio. A região que adota a moeda comum registrou saldo negativo de 5,8 bilhões de euros no quinto mês deste ano, acima dos 5,6 bilhões de euros contabilizados em abril.

Nos Estados Unidos, a agenda reserva apenas o índice de mercado do setor de habitação, que será divulgado às 11h pela Associação Nacional dos Construtores (NAHB, na sigla em inglês).

No âmbito corporativo, a gigante espanhola de telecomunicações Telefónica retirou, no sábado, uma oferta de 7,15 bilhões de euros (US$ 9,3 bilhões) à Portugal Telecom (PT) para adquirir o controle da operadora Vivo, que lidera o mercado de telefonia móvel no Brasil.

A operadora espanhola desistiu da negociação após o conselho de administração da PT ter falhado em aceitar sua oferta até o prazo estabelecido, na sexta-feira. "O negócio foi suspenso", comunicou a Telefónica.

A Telefónica e a PT dividem, com 50% de participação cada uma, a holding holandesa Brasilcel, que conta com 60% do capital da Vivo.

Já a joint-venture de infraestrutura de telecomunicações Nokia Siemens Networks anunciou formalmente a aquisição da maior parte da divisão de equipamentos de redes sem fio da Motorola. O acordo foi fechado por US$ 1,2 bilhão e deve fortalecer a presença da compradora especialmente nos Estados Unidos e Japão.

Na Ásia, as bolsas fecharam o primeiro pregão da semana em baixa, acompanhando o desempenho registrado pelo mercado americano na última sexta-feira.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng, recuou 0,79%, enquanto, em Seul, o Kospi teve perda de 0,37%. Na China, o índice Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, foi a exceção do dia, ao subir 2,11%, após a maior empresa de corretagem da China afirmar que o governo chinês construirá mais casas para a população de baixa renda. Já a bolsa de Tóquio ficou fechada devido a um feriado local. No mercado cambial, após três sessões seguidas de alta, a moeda americana opera em queda nesta jornada. Há pouco, o dólar comercial cedia 0,22%, cotado a R$ 1,776 na compra e a R$ 1,778 na venda. Já o dólar futuro apresentava depreciação de 0,30%, para R$ 1,781.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host