UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/07/2010 - 11h02

Ibovespa avança 0,80%, para 62.835 pontos; dólar recua para R$ 1,776

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) acelerou os ganhos no pregão desta segunda-feira, após a abertura do mercado americano. As bolsas buscam uma recuperação, depois da forte queda registrada na última sexta-feira.

Por volta das 11h, o Ibovespa subia 0,80%, aos 62.835 pontos. O giro financeiro estava em R$ 782,7 milhões.

Na BM & F, o índice futuro, com vencimento em agosto, avançava 0,66%, para 63.215 pontos. Na última sexta-feira, o Ibovespa caiu 1,81% e marcou 62.339 pontos.

Em Wall Street, instantes atrás, o índice Dow Jones tinha alta de 0,51%, enquanto o Nasdaq se valorizava em 0,63% e o S & P 500 se apreciava em 0,61%.

O pregão desta segunda-feira tem uma agenda fraca de indicadores, mas, no Brasil, o vencimento de opções sobre ações deve nortear a primeira etapa dos negócios.

Na Europa, apesar das notícias ruins divulgadas hoje, as bolsas seguem registrando ganhos. A Moody´s rebaixou em um grau a classificação soberana dos títulos da dívida irlandesa. A mudança da nota de crédito, de Aa1 para Aa2, foi motivada pela deterioração das perspectivas econômicas do país, cenário que prejudica sua capacidade de lidar com o déficit fiscal.

Já a Hungria teve as negociações de um pacote de resgate financeiro junto à União Européia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) suspensas.

No âmbito corporativo, na continuação da temporada de balanços americanos, a IBM e a Texas Instruments divulgarão seus resultados trimestrais ainda hoje, após o fechamento das bolsas.

No front doméstico, entre as maiores altas do Ibovespa figuravam, minutos atrás, Brasil Telecom PN (2,30%, a R$ 11,98), MRV ON (2,19%, a R$ 14,88) e LLX ON (1,80%, a R$ 7,34).

Na ponta oposta, as principais quedas do índice vinham de Net PN (-0,72%, a R$ 17,92), de Gol PN (-0,83%, a R$ 22,70) e de Rossi Residencial ON (-1,35%, a R$ 15,24).

Entre as "blue chips", há pouco, Petrobras PN caía 0,18%, para R$ 26,79, enquanto Vale PNA registrava valorização de 1,14%, para R$ 37,95.

Entre as notícias do dia, a gigante espanhola de telecomunicações Telefónica retirou, no sábado, uma oferta de 7,15 bilhões de euros (US$ 9,3 bilhões) à Portugal Telecom (PT) para adquirir o controle da operadora Vivo, que lidera o mercado de telefonia móvel no Brasil.

A operadora espanhola desistiu da negociação após o conselho de administração da PT ter falhado em aceitar sua oferta até o prazo estabelecido, na sexta-feira. "O negócio foi suspenso", comunicou a Telefónica.

A Telefónica e a PT dividem, com 50% de participação cada uma, a holding holandesa Brasilcel, que conta com 60% do capital da Vivo.

Há instantes, os papéis PN da Vivo subiam 0,33%, para R$ 45,10, enquanto as ações ON e PN da Telesp apresentavam valorização de 1,22% e 1,39%, respectivamente cotadas a R$ 34,67 e a R$ 37,68.

No mercado cambial, o dólar opera em baixa nesta sessão, depois de três dias de ganhos. Há pouco, a moeda americana cedia 0,33%, cotada a R$ 1,774 na compra e a R$ 1,776 na venda. Na BM & F, o contrato com vencimento em agosto recuava 0,41%, cotado a R$ 1,779. (Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host