UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/07/2010 - 12h42

Ibovespa sobe no pregão, mas segue abaixo dos 63 mil pontos

SÃO PAULO - Apesar da volatilidade do mercado americano, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) mantém uma trajetória positiva no pregão desta segunda-feira, embalada em parte pelo desempenho dos papéis da Vale.

Por volta das 12h40, o Ibovespa subia 0,84%, aos 62.863 pontos, com giro financeiro de R$ 3,911 bilhões.

Em Wall Street, o índice Dow Jones subia 0,07%, enquanto o Nasdaq tinha alta de 0,17% e o S & P 500 operava estável, com leve ganho de 0,01%.

O dia esvaziado de indicadores contou apenas com o índice de confiança do setor de construção nos Estados Unidos, que atingiu, em julho, o nível mais baixo desde abril de 2009.

De acordo com a informou hoje a Associação Nacional dos Construtores (NAHB, na sigla em inglês), o indicador caiu 2 pontos neste mês, para 14, ante um número revisado de 16 apurado em junho.

O analista de investimentos da corretora Souza Barros, Luiz Roberto Monteiro, assinala que o indicador chegou a deixar as bolsas americanas no vermelho, embora o mercado brasileiro tenha apenas reduzido os ganhos no momento da divulgação.

"Vemos hoje um movimento de correção, especialmente em função de sexta-feira, mas o mercado está bem devagar aqui e lá fora", afirmou Monteiro, para quem o vencimento de opções sobre ações na Bovespa não está influenciando o desempenho doméstico.

Vale lembrar que, na última semana, o Ibovespa perdeu 1,79%. Já em Wall Street, o índice Dow Jones recuou 0,98%, o Nasdaq caiu 0,79% e o S & P 500 cedeu 1,21% no período.

No ambiente corporativo, o desempenho das "blue chips", com destaque para Vale, está contribuindo para a valorização do Ibovespa.

Minutos atrás, os papéis PNA da mineradora subiam 1,51%, a R$ 38,09, com giro de R$ 332,4 milhões, enquanto as ações PN da Petrobras avançavam 0,22%, a R$ 26,90, com volume negociado de R$ 114,5 milhões. Terceiro maior giro do dia, com R$ 68 milhões, os papéis OGX Petróleo ON se apreciavam em 1,63%, a R$ 17,99.

Neste fim de semana, circularam informações sobre a existência de negociações por parte da Vale com vistas à obtenção de direitos para exploração de uma mina de manganês em Burkina Faso, cujas reservas estão estimadas em 20 milhões de toneladas métricas.

Há pouco, entre as maiores altas do Ibovespa estavam MRV ON (3,70%, a R$ 15,10), Brasil Telecom PN (2,98%, a R$ 12,06) e Usiminas ON (2,69%, a R$ 48,85).

Já os destaques negativos do índice partiam de Net PN (-1,60%, a R$ 17,76), TAM PN (-1,96%, a R$ 27,40) e Gol PN (-1,96%, a R$ 22,44).

Ainda no mercado brasileiro, o fluxo direto estrangeiro na Bovespa estava positivo em cerca de R$ 895 milhões no acumulado do mês, até o dia 15, resultado de compras no valor de R$ 15,148 bilhões e de vendas de R$ 14,253 bilhões. Apenas na quinta-feira, quando o Ibovespa ficou praticamente estável, ao avançar apenas 0,02%, o estrangeiro colocou R$ 56,6 milhões no mercado.

O investidor não residente tem injetado recursos na bolsa brasileira nos últimos sete pregões, quando suas compras superaram as vendas em R$ 1,21 bilhão.

Já no ano, o resultado da atuação do investidor internacional na bolsa brasileira segue negativo em R$ 2,044 bilhões.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host