UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/07/2010 - 10h11

Philips lucra mais, mas previsão para o semestre faz ações cair

SÃO PAULO - A Philips registrou lucro líquido de 262 milhões de euros no segundo trimestre deste ano, quase seis vezes maior do que o ganho de 45 milhões de euros do mesmo período de 2009. Segundo a empresa holandesa, a melhora no resultado decorreu do aumento de vendas, especialmente das unidades de iluminação e estilo de vida. No entanto, depois da recuperação vista no primeiro semestre, a companhia diz esperar um desempenho mais modesto para o resto do ano - o que leva as ações da empresa a operar em queda de 2,8%.

As vendas em base comparável devem crescer por volta de 5% - sendo que a alta, no segundo trimestre, foi de 12% nesse critério. Segundo a Philips, o cenário continua influenciado pela lenta recuperação econômica nos EUA e Europa, além da menor demanda por televisores após a Copa do Mundo. A receita do segundo trimestre cresceu 12% em bases comparáveis (ou 18% em termos nominais), para 6,191 bilhões de euros. Apenas na área de iluminação, o aumento real foi de 13%, puxado pelas vendas de lâmpadas de led. No ramo de estilo de vida, o faturamento saltou 20%, impulsionado pela venda de televisores e aparelhos para cuidados pessoais.

Em seu relatório de resultados, a companhia afirma que a receita em países emergentes cresceu a uma taxa de 29% (mesma base), liderada pelos integrantes do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China). Os emergentes responderam por 34% do faturamento do grupo no segundo trimestre de 2010, contra 29% no mesmo intervalo de 2009.

(Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host