UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/07/2010 - 08h51

IGP-M tem forte desaceleração na segunda prévia de julho

SÃO PAULO - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, registrou leve alta de 0,03% na segunda prévia de julho, ante elevação de 1,06% no mesmo intervalo do mês anterior.

A queda no preço do minério de ferro influenciou fortemente o resultado, passando de alta de 32,61% para queda de 0,73% nessa comparação. Assim, o índice referente a matérias-primas brutas teve variação reduzida de 4,75% para 0,21%.

Com peso de 60% no IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor (IPA) apresentou ligeira deflação de 0,01% na segunda parcial, após aumento de 1,37% na segunda prévia de junho.

A deflação nos preços dos produtos industriais diminuiu de 0,49% para 0,20%, com destaque para a aceleração do subgrupo alimentos processados (de -2,50% para -0,31%). Já os produtos agropecuários apresentaram desaceleração de 4,75% para 0,21%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) registrou leve queda de 0,18% na segunda prévia do mês. Na mesma medição do mês passado, houve recuo de 0,20%.

Foi registrada aceleração nos preços dos grupos alimentação (-1,49% para -0,88%) e despesas diversas (0,21% para 0,60%), com destaque para os itens hortaliças e legumes (-7,99% para -6,39%), frutas (-2,08% para 1,52%), carnes bovinas (-0,54% para 0,23%) e cigarro (1,34% para 2,17%).

Na direção contrária, apresentaram decréscimos em suas taxas de variação os grupos vestuário (1,09% para -0,03%), habitação (0,44% para 0,12%), educação, leitura e recreação (0,15% para -0,09%), saúde e cuidados pessoais (0,45% para 0,39%) e transportes (-0,13% para -0,15%).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) partiu de um acréscimo de 2,09% na parcial anterior para uma ampliação de 0,72% na segunda prévia. Contribuiu para a desaceleração o índice que capta o custo da mão de obra, que registrou taxa de 0,91%, inferior à anterior, de 3,21%.

Para o cálculo do IGP-M, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) considerou o intervalo entre os dias 21 de junho e 10 de julho. No ano, o indicador teve expansão de 5,71%. Em 12 meses, a alta ficou em 5,65%.

(Ana Luísa Westphalen | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host