UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/07/2010 - 17h28

Papéis da Net sobem mais de 4% após divulgação de balanço trimestral

SÃO PAULO - O desempenho da empresa de serviços de TV por assinatura e telecomunicações NET no segundo trimestre do ano foi bem recebido pelo mercado no pregão desta terça-feira. Os papéis PN da companhia encerraram os negócios com alta de 4,68%, cotados a R$ 18,99.

A empresa registrou lucro líquido de R$ 56,5 milhões no segundo trimestre deste ano, o que representou queda de 69% ante igual período de 2009. Já a receita líquida da Net somou R$ 1,3 bilhão entre abril e junho deste ano - alta de 19% ante igual período do ano passado -, enquanto o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) atingiu R$ 375 milhões, um crescimento de 30% sobre igual período do ano passado.

A Net ainda reportou uma expansão de 2,8% na base de clientes de TV por assinatura do primeiro para o segundo trimestre do ano, e um crescimento de 3,7% na de banda larga.

Em relatório assinado por Luciana Leocadio, a Ativa Corretora assinalou que o balanço da empresa foi positivo e destacou a aceleração do crescimento da base de acessos de TV, "à medida que a divulgação dos dados mensais da Anatel, com pequena participação de TV a cabo nas adições nos últimos meses, vinha gerando preocupações ao mercado sobre a capacidade de crescimento da empresa. Além disso, a empresa mostrou crescimento consistente de receitas e rentabilidade saudável, o que corrobora nossa visão positiva quanto ao resultado", pontuou a Ativa.

A instituição manteve a recomendação de compra para os papéis da Net, com preço-alvo de R$ 28 para junho de 2011.

A Brascan ressaltou que o balanço da Net veio em linha com suas estimativas e também chamou atenção para a recuperação nos segmentos de TV por assinatura e banda larga em comparação ao primeiro trimestre do ano, refletindo, possivelmente, as medidas já implementadas pela companhia relacionadas à reorganização dos canais de vendas.

"Esperamos que, no segundo semestre, o patamar de vendas retorne aos níveis de 2009", observou a analista Beatriz Battelli.

Embora tenha ressaltado que irá revisar seu modelo com base nos resultados divulgados, a Brascan manteve a recomendação de "outperform" para as ações da Net, com preço-alvo de R$ 29,57 para dezembro de 2010.

A analista Maria Tereza Azevedo, da Link Investimentos, também assinalou que os resultados da Net vieram levemente acima das expectativas da instituição, com destaque para o crescimento da receita no segundo trimestre.

"A Net é o único papel do setor com algum nível de governança corporativa diferenciada. Com a aprovação do PL-29 [projeto de lei que permite a oferta de conteúdo pelas operadoras de telecomunicações], esperamos que Carlos Slim assuma o controle da companhia e promova a integração entre os ativos brasileiros do grupo Claro, Embratel e Net", observou a Link, em relatório.

Segundo Maria Tereza, são grandes os benefícios de uma mudança de controle em termos de sinergias, ganhos de escala e estratégia.

"Por outro lado, o cenário é de atenção para a companhia, uma vez que o PL-29 incitará em maior competição, comprometendo o crescimento do grupo. Não obstante, o plano nacional de banda larga poderá trazer efeitos negativos para a companhia, comprometendo margens e crescimento", destacou.

A instituição reiterou o rating de "market perform" para os papéis da Net.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host