UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/07/2010 - 16h45

Setor externo ajuda a reduzir pressão sobre inflação de commodities

RIO - A crise econômica por que passam grandes economias no mundo ajudaram a reduzir as pressões inflacionárias no Brasil. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o resultado mais fraco da alta de bens intermediários revela possível mudança de tendência da formação de preços de commodities industriais, suavizando a pressão de custos que vinha se acumulando nos meses anteriores. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) apresentou ligeira queda, de 0,01%, na segunda prévia de julho, ante alta de 1,37% no mês passado. Os bens intermediários, que representam cerca de 40% do IPA, desaceleraram da alta de 0,88% no mês passado para 0,02% em julho. O destaque foi para materiais e componentes para manufatura, cujas taxas passaram de alta de 0,87% para queda de 0,04%. Para o economista da FGV, Salomão Quadros, o número é bem revelador de alguma mudança, já que, no primeiro semestre, os materiais subiam cerca de 1% ao mês. "Agora em julho, o segundo semestre começa com mudança no perfil. Pode ser pontual, ainda é cedo para saber, mas para um índice que vem subindo todo mês e já tem 7,75% acumulados no ano, o resultado foi bom, porque materiais para manufatura representam custo para a maioria das empresas", disse Quadros. O economista explicou que a suavização da pressão de custos na fabricação de bens finais e de bens de consumo não é reflexo apenas da economia brasileira. Com os Estados Unidos tendo passado por um processo de desaceleração e com a Europa dando sinais de desestabilização, há um movimento geral de arrefecimento de preços de insumos.

"Além disso, mecanismos de controle de demanda mexem com as expectativas de formação de preços de commodities industriais. Sem que a economia brasileira entre em processo de desaceleração mais importante, os preços arrefecem mais pelo cenário global do que pelo nacional. Isso é benéfico para o combate à inflação. A pressão, mais evidente no primeiro semestre, agora se vê que talvez não seja tão fatal", disse Quadros.

(Juliana Ennes | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host