UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/07/2010 - 14h12

Bancos e BP puxam alta das bolsas europeias

SÃO PAULO - As bolsas europeias registraram mais um pregão de altas, com destaque para os papéis de bancos e também da BP. O mercado absorveu hoje os resultados dos testes de estresse do setor financeiro, divulgados na sexta-feira, após o fechamento das bolsas locais.

Em Londres, o FTSE subiu 0,72%, para 5.351 pontos; em Paris, o CAC 40 avançou 0,81%, para 3.636 pontos; e em Frankfurt, o DAX terminou aos 6.194 pontos, com alta de 0,45%.

Os resultados dos testes de estresse dos bancos europeus trouxeram alívio aos investidores, que decidiram partir para as compras de papéis do setor. Apenas sete bancos não passaram nos testes, que estabeleciam um percentual mínimo de capital próprio (Tier 1) de 6% em todos os cenários analisados, inclusive no caso de um choque de dívida soberana na região. Entre as maiores altas do dia se destacaram o Allied Irish Bank (5,6%), Dexia (9,1%) e Societe Generale (5,2%).

As ações da BP também tiveram alta expressiva, de 4,6%, em reação à notícia de que o americano Bob Dudley, atual diretor administrativo, é o nome mais cotado para substituir o diretor-executivo Tony Hayward.

A BP informou hoje que "nenhuma decisão final" havia sido tomada sobre mudanças de gestão. A companhia disse que seu conselho se reuniria hoje à noite, um dia antes de anunciar o balanço do segundo trimestre. Dudley tem coordenado as ações cotidianas da empresa na crise desde junho. Ele seria o primeiro americano a liderar a BP.

Outro dado que também favoreceu o clima positivo nas bolsas foi o indicador de vendas de de residências novas nos Estados Unidos, que aumentaram 23,6% em junho em relação a maio, para uma taxa anualizada de 330 mil unidades. Na comparação com junho de 2009, entretanto, o indicador registrou queda 16,7%. O resultado superou a expectativa dos analistas, que esperavam 310 mil unidades.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host