UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/07/2010 - 12h23

Dólar sobe a R$ 1,770; mercado aguarda leilão de swap reverso

SÃO PAULO - A formação da taxa de câmbio no mercado local segue descolada dos direcionadores externos. Mesmo com bolsas e moedas em alta, o real perde valor para o dólar.

O trader do banco Tokyo-Mitsubishi, Rodrigo Sampaio, explica que o mercado está reagindo a rumores de retomada dos leilões de swap cambial reverso pelo Banco Central.

"Como faz tempo que o BC não realiza uma operação desse tipo, o dólar foi fortemente influenciado na abertura dos negócios e se estabilizou num patamar de alta", explicou.

A expectativa quanto à retomada dos leilões de swap cambial reverso, que na prática significam compra de dólares no mercado futuro pelo Banco Central, surgiu no final da tarde de sexta-feira. Por volta das 17h40, começou a circular nas mesas de operação que o BC estava consultando grandes agentes sobre a possibilidade de realização do leilão.

Cabe lembrar que tal conversa entre as mesas resultou em uma puxada de alta no preço do dólar futuro já na sexta-feira. O dólar comercial, por ter pregão com horário diferente, não reagiu à notícia. Então ajusta preço nesta segunda-feira.

Por volta das 12h30, o dólar comercial apresentava alta de 0,56%, a R$ 1,770 na venda. Na máxima a moeda foi a R$ 1,774.

Já no mercado futuro, a formação parece mais alinhada à cena externa. O dólar com vencimento em agosto, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apresentava queda de 0,30%, a R$ 1,7705.

No câmbio externo, o euro segue ganhando espaço do dólar, negociado acima da linha de US$ 1,29. Já no mercado americano, o Dow Jones registra valorização de 0,63%. Por aqui, a alta é mais tímida, e o Ibovespa tem leve alta de 0,10%.

(Eduardo Campos e Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host