UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/08/2010 - 08h26

Confiança do setor de serviços diminui em julho, diz FGV

SÃO PAULO - Os empresários do setor de serviços ficaram menos otimistas em julho, de acordo com estudo mensal da Fundação Getulio Vargas. O Índice de Confiança de Serviços (ICS), que mede esse sentimento, passou de 131,5 para 129,5 pontos entre junho e julho, uma queda de 1,5%. Foi o quarto mês consecutivo de retração do indicador, que baixou 4,4% desde março.

De acordo com a FGV, o resultado do índice ainda é elevado, mas "sinaliza que o ritmo de atividade do setor continua em fase de desaceleração". O que puxou o indicador para baixo foi a piora na avaliação presente da atividade. O Índice da Situação Atual caiu 5,2% perante junho, para 113,5 pontos - o menor desde fevereiro de 2010. Os empresários estão menos satisfeitos com o nível atual da demanda, cujo indicador declinou de 110,7 para 103,2 pontos - também o menor nível desde fevereiro. Segundo o levantamento divulgado nesta manhã, das 2.092 empresas consultadas pela FGV, 18,6% avaliam o nível de demanda como forte (eram 23,2% em junho), enquanto 15,4% o consideraram fraco (12,5% no mês anterior).

Por outro lado, os empresários se mostraram mais confiantes no futuro. Depois de cair por quatro meses, o Índice de Expectativas subiu de 143,3 para 145,5 pontos entre junho e julho. A principal razão para a melhora foi a maior expectativa por aumento de demanda: 51,1% das empresas consultadas esperam crescimento e apenas 5,7% apostam em queda.

(Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host