UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 13h53

Clima no Nordeste reduz produção de feijão em 2010, mostra IBGE

RIO - Os problemas climáticos no Nordeste levaram a uma queda de 4,2% na safra prevista de feijão este ano. Em 2009 foram colhidos 3,522 milhões de toneladas do produto e a expectativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de uma safra de 3,373 milhões de toneladas este ano.

"A produção caiu porque a seca no Nordeste foi severa. Houve chuvas muito fortes em Alagoas e Pernambuco, mas que chegaram depois da época do plantio de feijão. E a safra de feijão no Nordeste foi a mais afetada", disse Mauro Andreazzi, gerente de agricultura do IBGE.

De acordo com o técnico do IBGE, a queda na produção deverá significar o retorno mais expressivo da importação de feijão, uma vez que o consumo aparente no país gira em torno de 3,5 milhões de toneladas. Segundo Andreazzi, a maior parte da importação feita pelo país vem do Uruguai.

Na terceira safra de feijão - a menor ao longo do ano - a expectativa do IBGE é inversa, com um aumento esperado de 21,6% em relação a 2009, para 492,6 mil toneladas.

"A terceira safra aumentou, mas não o suficiente para compensar a queda nas duas principais safras do produto", frisou Andreazzi.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host