UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 12h39

Ibovespa descola de Wall Street e opera estável no pregão

SÃO PAULO - Com um desempenho volátil neste pregão, embora com pequena variação, o Ibovespa opera praticamente estável ao fim da primeira etapa dos negócios desta quinta-feira.

Depois de oscilar entre 68.002 e 68.470 pontos, por volta das 12h40, o principal índice do mercado acionário brasileiro avançava apenas 0,03%, aos 68.290 pontos, com giro financeiro negociado de R$ 2,2 bilhões.

Já em Wall Street, as bolsas se mantêm no campo negativo desde a abertura das operações. Minutos atrás, o índice Dow Jones recuava 0,38%, o Nasdaq perdia 0,70% e o S & P 500 cedia 0,48%.

O estrategista da BGC Liquidez, Leonardo Bardese, assinala que o dia conta com poucas notícias de peso, mas que os investidores preferem adotar maior cautela, diante dos números piores que o previsto do mercado de emprego americano.

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos revelou que os novos pedidos de seguro-desemprego somaram 479 mil na semana fechada no dia 31 de julho, o que representa um aumento de 19 mil em relação à leitura de uma semana antes (460 mil, após revisão). O mercado projetava uma queda no número de pedidos iniciais do benefício.

"Embora este não seja um indicador tão observado, o investidor prefere adotar cautela diante da divulgação dos dados do 'payroll' e do nível de desemprego dos Estados Unidos amanhã", pontuou.

No front brasileiro, enquanto as ações de empresas ligadas a commodities registram perdas, os papéis do setor de telecomunicações operam no azul e puxam as maiores altas do Ibovespa.

Principal evento desta sessão, a Embratel revelou que lançará uma oferta pública voluntária (OPA) para comprar até 100% das ações preferenciais da Net. Caso todos os acionistas preferenciais aceitem a proposta, o valor desembolsado pela Embratel será de cerca de R$ 4,57 bilhões.

A proposta da Embratel é pagar, à vista, R$ 23 por ação preferencial, o que corresponde a um prêmio de 23,1% sobre a média de fechamento dos pregões dos últimos 30 dias.

Há pouco, os papéis PN da Net lideravam os ganhos do Ibovespa (13,75%, a R$ 22,74), seguidos pelas ações ON (6,01%, a R$ 7,58) e PN da Tim Participações (3,82%, a R$ 5,43).

Na trajetória oposta, as principais quedas partiam de Gafisa ON (-1,70%, a R$ 12,72), Duratex ON (-1,84%, a R$ 18,06) e Vivo PN (-2,36%, a R$ 44,62).

A Duratex anunciou um lucro de R$ 111,688 milhões no segundo trimestre de 2010, resultado 134% superior aos R$ 47,780 milhões apresentados um ano antes.

Ainda na safra de balanços, a siderúrgica Gerdau encerrou o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 856 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 329 milhões registrado no mesmo período do ano passado.

Já a Cielo - empresa de cartões de pagamento, antes chamada de Visanet - reportou lucro de R$ 457,7 milhões no segundo trimestre, um incremento de 25,5% sobre o resultado líquido apurado no mesmo período de 2009 (R$ 364,8 milhões).

Instantes atrás, os papéis PN da Gerdau caíam 0,55%, a R$ 26,69, enquanto as ações ON da Cielo perdiam 0,81%, a R$ 15,85.

Os maiores giros do dia partiam das ações PN da Net (R$ 226,1 milhões), seguidas pelos papéis PNA da Vale (-0,02%, a R$ 43,93), com volume de R$ 211,6 milhões, e por Petrobras PN (estáveis, a R$ 29,34), com total negociado de R$ 122,6 milhões.

Ainda no mercado brasileiro, o fluxo direto do investidor estrangeiro na Bovespa ficou positivo em R$ 577,1 milhões no acumulado de agosto até o dia 3, resultado de compras no valor de R$ 3,423 bilhões e de vendas de R$ 2,846 bilhões.

Apenas na terça-feira passada, quando o Ibovespa caiu 0,76%, o saldo de atuação do não residente no mercado doméstico ficou positivo em R$ 180 milhões.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host