UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 18h39

Aneel desapropria 140,95 mil hectares para reservatório do Jirau

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje que 140,95 mil hectares de terras necessárias para a implantação do reservatório e da área de preservação permanente da usina de Jirau, no rio Madeira (RO), foram declaradas de utilidade pública para fins de desapropriação. A decisão favorece a empresa constituída para construir e operar a hidrelétrica, o Consórcio Energia Sustentável do Brasil S.A. (Enersus).

Além das áreas destinadas ao reservatório e à área de preservação permanente, foram aprovadas as declarações de utilidade pública para o canteiro residencial (1,93 mil hectares), voltado para realocação de pessoas, e o canteiro industrial (1,07 mil hectares) a serem destinados às instalações de máquinas. A área total a ser desapropriada chega a 143,96 mil hectares.

A Enersus é formada pelas empresas GDF Suez (50,1%), Eletrosul (20%), Chesf (20%) e Camargo Corrêa (9,9%). Ao ser concluída, a hidrelétrica terá capacidade instalada de 3.450 Megawatts (MW).

(Rafael Bitencourt | Valor)
Hospedagem: UOL Host