UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 20h46

Lucro da Copel despenca 53,2% no trimestre, para R$ 135,6 milhões

SÃO PAULO - A Companhia Paranaense de Energia (Copel) encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 135,673 milhões, 53,2% inferior aos R$ 289,993 milhões obtidos no mesmo trimestre do ano passado. No acumulado do primeiro semestre, o lucro líquido somou R$ 359,7 milhões, o que representa uma queda de 36,0% frente ao mesmo semestre de 2009.

Em seu balanço apresentado hoje, a empresa informou que sua receita líquida cresceu 6,0%, para R$ 1,438 bilhão entre abril e junho. Nos primeiros seis meses do ano, a receita líquida foi de R$ 2,939 bilhões, com alta de 8,3.%.

No entanto, os custos e despesas operacionais saltaram 33,4% no trimestre, para R$ 1,308 bilhão, e 31,4% no semestre, somando R$ 2,585 bilhões. O aumento das despesas em ritmo bem superior à receita acabou prejudicando o desempenho operacional.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 231,450 milhões no trimestre, uma redução de 51,2%. No semestre, o Ebitda atingiu R$ 555,3 milhões, resultado 41,1% inferior ao obtido no primeiro semestre de 2009.

Os investimentos da Copel totalizaram R$ 494,4 milhões no semestre. Para 2010, a companhia prevê investimentos da ordem de R$ 1,3 bilhão.
A empresa informou ainda que o mercado cativo, responsável pelo consumo de 10.661 GWh, cresceu 7,1% no primeiro semestre, impulsionado pela classe industrial. O consumo das indústrias atendidas pela Copel avançou 10,2%. A classe residencial e a comercial subiram 5,8% e 6,9%, respectivamente.
(Vanessa Dezem | Valor)
Hospedagem: UOL Host