UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 19h17

Lucro da Ultrapar salta 110%, para R$ 196 milhões no trimestre

SÃO PAULO - A Ultrapar encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 196,0 milhões, 110,8% a mais do que os R$ 93,3 milhões apresentados em igual período do ano passado.

O grupo - que reúne as distribuidoras de gás Ultragaz e de combustíveis Ipiranga, a química Oxiteno e a transportadora Ultracargo - obteve uma receita líquida consolidada de R$ 10,377 bilhões, um aumento de 7,8%. A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) evoluiu 34,9%, para R$ 433,4 milhões.

A Ultragaz apresentou crescimento de 2% no volume vendido no segundo trimestre, para 407 mil toneladas de gás. O resultado foi impulsionado pelo aumento de 4% no volume do segmento a granel, para 125 mil toneladas, enquanto o produto envasado (botijão) ficou estável em 282 mil toneladas. O Ebitda da Ultragaz cresceu 13%, para R$ 83 milhões.

Na Ipiranga, o volume vendido de combustíveis subiu 8% em relação ao segundo trimestre de 2009, atingindo 4,985 milhões de metros cúbicos de combustíveis O maior dinamismo na economia e da continuidade no crescimento da frota de veículos leves são os motivos apontados pela companhia para a expansão. O Ebitda da Ipiranga avançou 19%, para R$ 238 milhões.

A Oxiteno apresentou crescimento de 10% no volume, totalizando 176 mil toneladas como reflexo do bom momento da economia e da expansão da capacidade de produção. O mercado brasileiro ficou com 126 mil toneladas, 18% a mais do que no mesmo trimestre de 2009. O Ebitda totalizou R$ 71 milhões, um salto de 145% no período, mesmo com o real 14% valorizado, em função do maior volume vendido e da recuperação das margens.

A armazenagem média da Ultracargo apresentou aumento de 14% em relação ao segundo trimestre de 2009, devido à consolidação nos resultados do terminal adquirido em Suape (PE) em dezembro de 2009 e do maior volume de operações no terminal de Aratu (BA), decorrente da expansão realizada em 2009. Por outro lado, o total de quilômetros rodados caiu 13% após a decisão da empresa de reduzir sua presença em alguns segmentos. O Ebitda da Ultracargo totalizou R$ 28 milhões, alta de 1%.

Vale lembrar que em 1º de julho, a Ultrapar concluiu a venda dos negócios de logística interna, armazenagem de sólidos e transporte rodoviário da Ultracargo para a Armazéns Gerais e Transporte (AGT) também vendeu a Petrolog Serviços e Armazéns Gerais para a Aqces Logística Internacional. A empresa recebeu R$ 74 milhões no trimestre pelas transações, além de R$ 8 milhões que foram creditados no anúncio dos negócios, em 31 de março
Desta forma, a Ultracargo irá se concentrar exclusivamente no negócio de armazenagem de granéis líquidos, segmento na qual é líder de mercado.

(Téo Takar | Valor)
Hospedagem: UOL Host