UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 17h48

Petróleo despenca com sinais de arrefecimento da economia mundial

SÃO PAULO - Os contratos futuros de petróleo despencaram nesta quarta-feira, seguindo o aumento da preocupação dos investidores com o ritmo de crescimento da economia mundial. A sinalização dada ontem pelo Federal Reserve (Fed) e os dados divulgados hoje pela China foram as fontes da apreensão global.

Em Nova York, o contrato do WTI para setembro caiu US$ 2,23, para US$ 78,02, enquanto o vencimento de outubro fechou a US$ 78,49, com queda de US$ 2,22. Em Londres, o Brent de setembro foi cotado a US$ 77,64, com perda de US$ 1,96, e o ativo para outubro atingiu US$ 78,08, após recuo de US$ 1,99.

O mercado não gostou dos dados divulgados hoje pela China, que indicaram redução no ritmo de crescimento da economia do país. As vendas no varejo cresceram 17,9% em julho, abaixo dos 18,3% registrados em junho.
Já a produção industrial aumentou 13,4% em julho, percentual ligeiramente inferior aos 13,7% registrados no mês anterior. No acumulado dos sete primeiros meses de 2010, o aumento da produção foi de 17% perante o mesmo intervalo de 2009. No primeiro semestre, essa taxa tinha sido de 17,6%.

Além da China, o comunicado divulgado ontem pelo Federal Reserve (Fed) também mostrou que o banco central americano está preocupado com o ritmo de expansão da economia.
Mesmo assim, as esperadas medidas de estímulo à economia causaram frustração nos investidores. A única medida anunciada pelo Fed foi a decisão de reinvestir os recursos provenientes de títulos hipotecários em títulos do governo americano.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)
Hospedagem: UOL Host