UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/08/2010 - 18h16

ANP suspende operações da P-33 e autua Petrobras

RIO - A Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANP) suspendeu a operação da plataforma da Petrobras que atua no campo de Marlim, na Bacia de Campos, a P-33, após fiscalização realizada nestas quarta e quinta-feira. De acordo com nota divulgada pela agência, as medidas visam "resguardar a segurança das operações e dos trabalhadores". Por isso, a companhia foi autuada. "Pela natureza dos dados obtidos na última ação de fiscalização, ocorrida nos dias 11 e 12 de agosto, e com o objetivo de resguardar a segurança das operações e dos trabalhadores, a Agência Nacional do Petróleo decidiu suspender cautelarmente as operações na Plataforma P-33, até que os níveis de segurança requeridos pela ANP sejam restabelecidos, autuando a Petrobras e garantindo-lhe o direito ao contraditório e à ampla defesa", divulgou a agência, em nota. Na terça-feira, o Sindicato dos Petroleiros do Norte-Fluminense (Sindipetro-NF) protocolou na ANP um pedido de interdição emergencial e apuração de denúncias de situações de risco na plataforma.

A ANP tem feito uma série de vistorias ao Campo de Marlim, e anunciou ter constatado pendências que vêm sendo corrigidas pela Petrobras. Especificamente no caso da P-33, o sindicato apresentou diversas "não-conformidades" que, identificadas pela ANP, já foram sanadas. A denúncia apontava problemas associados com a integridade mecânica da plataforma. No dia seguinte à denúncia, a agência enviou um especialista para averiguar os fatos. "Após análise preliminar, a ANP decidiu por dar andamento ao procedimento de fiscalização".

(Juliana Ennes | Valor)
Hospedagem: UOL Host