UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 11h40

Bolsas de Nova York tentam recuperar perdas

SÃO PAULO - Após iniciarem o pregão em queda, os principais índices acionários de Wall Street caminham para o terreno positivo.
Há pouco, o Dow Jones das 30 principais ações recuperava as perdas iniciais do dia e recuava apenas 0,06%, aos 10.296 pontos. O Standard & Poor´s 500 caía 0,04%, para 1.078 pontos, enquanto o Nasdaq já operava no azul, avançando 0,35%, aos 2.181 pontos.
Os dados que afetaram negativamente a abertura do pregão americano foram a variação do PIB japonês e o índice de atividade manufatureira da região de Nova York.

As condições para a indústria de transformação dessa área tiveram melhora modesta em agosto, de acordo com os cálculos da unidade regional do Federal Reserve. O indicador Empire State Manufacturing subiu 2 pontos de julho para agosto, de 5,1 para 7,1 pontos - patamar pouco menor do que o esperado pelo mercado.
Já no exterior, o governo japonês informou que a economia do país desacelerou fortemente entre abril e junho, crescendo 0,4% em relação ao mesmo período de 2009 e 0,1% na comparação com os três meses anteriores. Trata-se de mais uma nação desenvolvida a dar sinais de enfraquecimento no ritmo da recuperação econômica.
Além disso, o PIB do Japão, de US$ 1,29 trilhão no segundo trimestre, foi ultrapassado pelo da China, que chegou a US$ 1,33 trilhão. De olho na atividade econômica chinesa, que consome matérias primas de todo o mundo, os investidores começaram a comprar ações de empresas de setores básicos e commodities. Esse movimento contribui para que os índices acionários das bolsas nova-iorquinas tentem uma recuperação.
(Paula Cleto | Valor )
Hospedagem: UOL Host