UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 09h55

Condições da indústria de NY tem melhora moderada em agosto, diz Fed

SÃO PAULO - As condições para a indústria de transformação na região de Nova York tiveram melhora modesta em agosto, de acordo com os cálculos da unidade regional do Federal Reserve. O indicador Empire State Manufacturing subiu 2 pontos de julho para agosto, de 5,1 para 7,1 pontos. Leituras acima de zero significam que a maioria das empresas consultadas avalia que os negócios estão melhorando.

Segundo o estudo, esse resultado indica que a atividade do setor melhorou no mês, mas a um ritmo tímido. Cerca de 30% dos consultados disseram que as condições melhoraram, enquanto 22% consideraram que o cenário piorou.
O índice das novas encomendas caiu 13 pontos, para 2,7 negativos - primeira pontuação abaixo de zero em mais de um ano. O índice de entregas também ficou negativo, em 11,5 pontos.
Por outro lado, os índices relativos ao mercado de trabalho melhoraram. O indicador de número de empregados, que caíra em junho e julho, subiu 6 pontos, para 14,3 em agosto. O indicador de horas trabalhadas na semana, que estava negativo em julho, avançou 17 pontos, para 7,1%.
A pesquisa do Fed de Nova York também confere as expectativas futuras dos industriais da região. Os indicadores foram positivos, indicando expectativa de melhora nos próximos meses, mas as pontuações em agosto foram inferiores às de julho, sinalizando que o otimismo dos empresários pode estar enfraquecendo. O indicador de condições gerais futuras caiu 6 pontos, para 35,7, enquanto o de encomendas baixou 3 pontos, para 31,4, e o de entregas futuras recuou 6, para 25,7 pontos. O índice de emprego futuro, porém, saiu do negativo e saltou para 20 pontos em agosto.

(Paula Cleto | Valor)
Hospedagem: UOL Host