UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 10h29

Estácio Participações propõe incorporação da Moena

SÃO PAULO - A rede de ensino Estácio Participações pretende incorporar uma de suas acionistas, a Moena, que hoje pertence ao grupo GP. Proposta nesse sentido será apresentada em assembleias extraordinárias dos acionistas das duas empresas, em 31 de agosto.

Pela proposta, o patrimônio líquido da Moena será convertido para a Estácio. A Moena será extinta e seus direitos e obrigações passam a ser exercidos pela Estácio. O ágio de R$ 171 milhões pago pela Moena quando adquiriu uma participação de 20% na Estácio, em 2008, será amortizado em 60 meses pela Estácio.

Fato relevante publicado hoje pelas duas empresas, diz que "todo o benefício econômico decorrente da Incorporação e da dedutibilidade do ágio daí decorrente será apropriado de forma simétrica por todos os acionistas da Estácio, atuais e futuros, e não apenas pelos acionistas da Moena, que não farão jus ao recebimento de ações adicionais quando da amortização do referido ágio".

De acordo com o documento, a operação seria vantajosa para ambas as empresas. A incorporação traria "benefícios financeiros para a Estácio e, consequentemente, para seus acionistas", enquanto no caso da Moena, haveria uma "simplificação operacional do grupo e no aumento da respectiva transparência", diz o texto.
O negócio não vai exigir aumento de capital por parte da Estácio. A participação na empresa detida hoje pela Moena será atribuída aos acionistas da Moena, que passarão a ser acionistas diretos da Estácio.
(Paula Cleto | Valor)
Hospedagem: UOL Host