UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 15h58

Fitch coloca ratings da TAM em observação positiva após fusão com LAN

SÃO PAULO - A Fitch Ratings colocou as notas de risco de crédito da TAM S/A em observação positiva, após o anúncio do plano de fusão com a LAN. Por sua vez, o rating de probabilidade de inadimplência de longo prazo da companhia chilena (BBB) foi colocado sob observação negativa, ante a expectativa de que a transação tenha impactos diferentes na qualidade de crédito de cada empresa.

Nas contas da agência de classificação de risco, a combinação das duas aéreas resulta em um nível de alavancagem em que a dívida líquida supera em 4,7 vezes a geração de caixa medida pelo Ebitdar (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e arrendamento de aeronaves). Tal patamar está abaixo do múltiplo de 6,5 vezes da TAM, mas acima do nível de 3,2 vezes da empresa chilena.

A união também não é favorável à LAN quando se olha o resultado combinado da margem Ebitdar, de 17,4% - acima dos 12,9% da TAM e abaixo dos 22% da LAN.

Em nota, a Fitch informa que colocou em observação positiva os ratings de probabilidade de inadimplência da TAM, tanto em moeda local como em moeda estrangeira - ambos classificados em B+. O rating nacional de longo prazo (BBB+) também está em observação positiva, assim como os ratings de notas seniores com vencimento em 2020 e 2017, classificadas em B+, e debêntures com vencimento em 2012 (BBB+).

Apesar de as ações irem em direções opostas, a agência aponta que a fusão é estrategicamente positiva para as duas empresas, que se beneficiarão de sinergias comerciais, financeiras e operacionais.
"Com base na qualidade da administração e no bem-sucedido modelo de negócios da LAN, assim como na forte posição da TAM no mercado brasileiro, os fundamentos da transação são sólidos", diz a Fitch.

(Eduardo Laguna | Valor)
Hospedagem: UOL Host