UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 07h44

IPCA e industria nos EUA são destaques da semana

SÃO PAULO - A terceira semana de agosto tem volumosa agenda de indicadores domésticos e externos. Por aqui, foco nos indicadores de inflação. O mais aguardado é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA) de agosto, que será apresentado na sexta-feira. Antes disso, atenção ao Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) e à segunda prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). Nos Estados Unidos, destaque para a produção industrial de julho.
Nesta segunda-feira, a agenda local traz os tradicionais boletim Focus, Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) e balança comercial. Na euro, é conhecida a inflação ao consumidor em julho. Já nos Estados Unidos saem os índices de atividade do setor imobiliários e do Federal Reserve (Fed), de Nova York.

Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) atenção às ações da Petrobras. A estatal encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 8,29 bilhões, um aumento de 1,7% frente aos R$ 8,160 bilhões apurados no mesmo período do ano passado.

A receita líquida cresceu 20,2%, para R$ 53,63 bilhões. E o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 15,92 bilhões, queda de 9,5%. Atenção também às ações do Banco do Brasil que apresenta resultados hoje.

De volta à agenda, amanhã é a vez do IPC da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e do IGP-10 da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Nos EUA, além da produção industrial, também serão conhecidos o índice de preços ao produtor e a construção de novas moradias. Na Europa saem dos índices de sentimento econômicos, um da Alemanha e outro da zona do euro.

Na quarta-feira, a agenda é fraca, com a ata da reunião do Banco da Inglaterra, dados semanais sobre hipotecas e reservas e petróleo nos EUA. Por aqui, o Banco Central apresenta o fluxo cambial semanal.

Já na quinta-feira, a FGV mostra a segunda prévia do IGP-M. Os investidores também conhecem o índice de indicadores antecedentes da economia americana.

A semana acaba como IPCA-15, que deve voltara a mostrar inflação próxima de zero.
(Eduardo Campos | Valor)
Hospedagem: UOL Host