UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/08/2010 - 16h46

Brasil registrará vendas de 5 milhões de veículos em 2018, prevê GM

SÃO PAULO - O presidente da General Motors (GM) na América do Sul, Jaime Ardila, disse hoje que o mercado brasileiro de veículos tem potencial de alcançar 5 milhões de unidades nos próximos oito anos.

O montante corresponde a mais de dois terços do tamanho do mercado sul-americano previsto pela montadora para o ano de 2018: de 7 milhões de veículos, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Em 2010, as contas da companhia projetam um volume próximo a 3,3 milhões de unidades no mercado nacional, um pouco abaixo da previsão da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que aguarda vendas de 3,4 milhões de veículos.

Para alcançar o número da Anfavea, o país terá que licenciar uma média mensal de 304 mil veículos nos últimos cinco meses do ano, uma patamar que Ardila considera muito elevado. Até julho, foram vendidos 1,882 milhão de veículos no Brasil, número que recolocou o país na quarta posição entre os maiores mercados do mundo.

Durante evento realizado em São Paulo para a apresentação à imprensa da presidente da GM no Brasil, a executiva americana Denise Johnson, Ardila apontou que, "pela primeira vez na história", a América do Sul deverá ter aproximadamente 5 milhões de veículos novos vendidos neste ano.

O crescimento da região foi um dos fatores que levaram o grupo a criar uma nova organização no continente: a GM América do Sul, presidida pelo executivo colombiano desde o mês passado. Com as mudanças, Ardila passou o comando da filial brasileira a Denise Johnson, que teve sua carreira construída na matriz americana, em cargos que incluem a direção da linha de veículos compactos e a vice-presidência para relações trabalhistas.

No fim do ano, ele deixará de trabalhar a partir da unidade de São Caetano e passará a ocupar um escritório da GM na avenida Indianópolis, na zona sul de São Paulo.

No encontro com jornalistas, o executivo disse que as vendas da montadora na América do Sul devem somar 1 milhão de veículos neste ano, sendo 650 mil deles no mercado brasileiro.

De acordo com Ardila, a montadora prevê apresentar os resultados financeiros da operação sul-americana a partir do quarto trimestre. Hoje, os números são consolidados nas demonstrações contábeis do grupo.

(Eduardo Laguna | Valor)
Hospedagem: UOL Host