UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/08/2010 - 11h22

Target Corporation tem lucro de US$ 679 milhões no segundo trimestre

SÃO PAULO - A rede varejista Target Corporation anunciou ter gerado lucro de US$ 679 milhões no trimestre encerrado em 31 de julho, o que representa uma elevação de 14,3% ante o ganho de US$ 594 milhões obtido no segundo trimestre do ano passado.

A empresa registrou um ganho diluído por ação de US$ 0,92 no segundo trimestre, que representa um avanço de 17% sobre o ganho de US$ 0,79 por ação anunciado há um ano.

As vendas da empresa (excluindo o negócio de cartões) somaram US$ 15,1 bilhões no segundo trimestre, o que representa um aumento de 3,8% sobre as vendas de US$ 14,6 bilhões geradas no segundo trimestre de 2009, devido à contribuição de novas lojas abertas no período. As vendas do indicador "mesmas lojas", ou seja, estabelecimentos funcionando há pelo menos um ano, apresentaram alta de 1,7% no segundo trimestre fiscal ante o mesmo período de 2009. "Nosso segmento de varejo gerou forte rentabilidade, superando as vendas mais brandas do que o esperado", comentou o presidente, chairman e diretor executivo da companhia, Gregg Steinhafel, em um comunicado. O executivo destacou o crescimento no tráfego de visitantes, nas vendas de itens de vestuário, bem como em sua unidade de cartão de crédito.

Os ganhos antes de impostos e juros (EBIT, na sigla em inglês) somaram US$ 1,09 milhão no segundo trimestre, uma elevação de 3,1% em relação ao EBIT de US$ 1,06 milhão reportado há um ano. A margem EBIT somou 7,2% no segundo trimestre fiscal de 2010, ante 7,3% em igual período do ano passado.

A margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA na sigla em inglês) foi de 10,5% no segundo trimestre, abaixo da margem de 10,6% registrada no segundo trimestre de 2009.

A divisão de cartões de crédito da Target gerou lucro de US$ 149 milhões no segundo trimestre fiscal, mais do que o dobro do ganho de US$ 63 milhões obtido no segundo trimestre do ano passado, conforme as despesas de dívidas apresentaram queda de 54,5%, de US$ 303 milhões no segundo trimestre de 2009 para US$ 138 milhões no trimestre fiscal mais recente.

No âmbito do programa de recompra de ações anunciado originalmente pela Target Corp. em novembro de 2007 e retomado em janeiro de 2010, a companhia recomprou 17,5 milhões de suas ações ordinárias a um preço médio de US$ 51,72, no segundo trimestre, somando um investimento de US$ 907 milhões.

Até o final do segundo trimestre, a empresa adquiriu 128,6 milhões de suas ações ordinárias a um preço médio de US$ 51,46 por ação, refletindo um investimento total de US$ 6,6 bilhões.

(Daniela Braun | Valor)
Hospedagem: UOL Host