UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 10h20

Embratel muda data de oferta pela Net e inclui EUA

SÃO PAULO - A Embratel anunciou hoje diversas alterações no edital que trata da Oferta Pública Voluntária (OPA) para compra das ações preferenciais da operadora de telecomunicações Net. A data do leilão, antes marcada para 9 de setembro, foi postergada para o dia 29 do mesmo mês.

A oferta pública também foi aberta para apresentação nos Estados Unidos, o que exige regras diferentes das do mercado financeiro brasileiro. Pelo edital antigo, a Embratel, que propõe pagamento à vista de R$ 23 por ação, poderia elevar o preço durante o leilão.

Outra novidade é que, caso a Embratel adquira mais de dois terços das ações em circulação, os acionistas que não venderam seus papéis durante o leilão terão mais três meses para efetuar a operação se tiverem interesse.

No caso de as aquisições não chegarem a dois terços das ações em circulação, mas excederem a um terço, a Embratel irá adquirir até um terço dos papéis, caso haja interesse de venda dessa fatia.

O preço de R$ 23 por ação ofertado pela Embratel representa um prêmio de 23,1% sobre a média de fechamento dos pregões de 4 de julho a 4 de agosto, época em que a OPA foi anunciada. Caso todos os acionistas aceitem vender, o negócio deve somar cerca de R$ 4,6 bilhões.

Na segunda-feira, a presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Maria Helena Santana, revelou que os termos da OPA da Embratel estão em análise pela Superintendência de Registros da autarquia.

Matéria do Valor desta semana recordou que a Embratel Participações tem 49% das ações ordinárias e 83% das preferenciais da GB Empreendimentos e Participações, veículo que controla a Net com 51% das ações ordinárias da empresa. Além disso, a Globo tem diretamente mais 10% das ordinárias da Net e a Embratel e Embratel Participações os 39% restantes.

(Ana Luísa Westphalen | Valor)
Hospedagem: UOL Host