UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 14h34

Ibovespa segue no campo negativo; ações da Petrobras caem 2,60%

SÃO PAULO - Diante da manutenção de um cenário de maior cautela dos investidores, em função de indicadores divulgados nos Estados Unidos e, no Brasil, das incertezas sobre o processo de capitalização da Petrobras, as bolsas mundiais seguem registrando perdas nesta jornada.

Por volta das 14h30, o Ibovespa recuava 0,77%, aos 67.117 pontos. O giro financeiro estava em R$ 3,27 bilhões.

Em Wall Street, no mesmo horário, enquanto o índice Dow Jones tinha desvalorização de 1,55%, o Nasdaq se depreciava em 1,71% e o S & P 500 apurava perdas de 1,80%.
Dados econômicos do mercado de trabalho americano e da atividade manufatureira da região da Filadélfia frustraram o mercado logo cedo e estimulam as vendas nas bolsas.

Por aqui, o desempenho negativo dos papéis da Petrobras também contribui para um movimento de saída da Bovespa.

Os investidores demonstram preocupação com o preço do barril de petróleo avaliado pela auditoria contratada pela Agência Nacional do Agência Nacional do Petróleo (ANP) para as reservas da União no pré-sal. Além disso, pesa o receio de adiamento da capitalização da estatal para 2011.

Embora não tenha surtido efeito no mercado, a Petrobras enviou comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) com esclarecimentos sobre reportagens publicadas ontem e hoje na imprensa a respeito do preço do barril que será usado como referência na cessão onerosa.

"Até o momento, qualquer discussão sobre o valor dos barris da Cessão Onerosa é mera especulação, isso porque os laudos das certificadoras ainda não estão prontos", diz a empresa, no comunicado.

A ANP ainda divulgou nota afirmando que receberá hoje o relatório preliminar da empresa Gaffney Cline sobre a certificação dos reservatórios do poço Franco, que será utilizado no processo de capitalização da Petrobras. O relatório final será entregue à Agência no final do mês. A ANP repassará todo o material ao governo federal.

Minutos atrás, os papéis PN da Petrobras cediam 2,60%, a R$ 26,96, enquanto as ações PNA da Vale recuavam 0,24%, a R$ 44,17.

Entre as principais altas do Ibovespa figuravam ações ligadas ao consumo doméstico, como Natura ON (4,33%, a R$ 45,27), B2W ON (2,07%, a R$ 29,48) e Souza Cruz ON (1,80%, a R$ 77,78).

Na trajetória oposta, as maiores quedas partiam de Embraer ON (-3,06%, a R$ 11,37), Petrobras ON (-3,14%, a R$ 30,52) e Brasil Ecodiesel ON (-4,25%, a R$ 0,90).

No mercado cambial, a moeda americana opera em alta, pela primeira vez em cinco sessões. Há pouco, o dólar comercial avançava 0,45%, a R$ 1,761 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host