UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 15h42

Participação de estrangeiros na dívida pública interna sobe 9,54%

BRASÍLIA - A participação de estrangeiros na dívida pública interna subiu o equivalente a R$ 141,2 bilhões ou 9,54% do total em julho deste ano, um nível recorde. Dados do Tesouro Nacional apontaram que a dívida pública em títulos públicos ficou na posição de R$ 1,509 trilhão no mês passado.

Houve uma elevação da fatia detida pelos estrangeiros em relação a junho deste ano, quando correspondia a 9,35% do total ou R$ 139,1 bilhões.

O coordenador-geral da Dívida Pública, Fernando Garrido, mantém a justificativa de que o interesse do investidor externo nos papéis federais se deve "às boas condições macroeconômicas do país."
Em entrevista hoje, ele agregou ainda o argumento de que "a possibilidade de queda de juros dos títulos no futuro deve continuar a atrair" a atenção desse investidor.

É bom lembrar que o estrangeiro paga Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) no ingresso dos recursos para títulos públicos. Mas é beneficiado com a atraente rentabilidade proporcionada por taxas entre as maiores do mundo. E também com isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos na hora de tirar os recursos do país.

(Azelma Rodrigues | Valor)
Hospedagem: UOL Host