UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 18h23

PSDB pede ao TSE que desconte tempo do horário gratuito do PT

SÃO PAULO - O PSDB ajuizou hoje seis representações no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.
Os tucano querem que seja descontado algum tempo da propaganda da ex-ministra, pois alegam que ela teria invadido o horário eleitoral gratuito destinado aos candidatos de outros cargos.

Em uma das ações, o PSDB cita um programa de Aloizio Mercadante (PT), que concorre ao governo de São Paulo, onde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria feito campanha para Dilma.
As outras cinco representações se referem às "invasões" ocorridas nas propagandas de candidatos a deputado federal pelo Estado de Santa Catarina. Segundo os tucanos, além de promover o nome de Dilma, os programas também promoveram uma campanha negativa contra o candidato José Serra (PSDB).
Com base nos dados divulgados pelo TSE, Dilma tem direito a 10 minutos e 38 segundos no horário eleitoral gratuito. Já Serra ocupa sete minutos e 18 segundos do tempo.

(Fernando Taquari |Valor)
Hospedagem: UOL Host