UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/08/2010 - 11h10

Belo Monte poderá antecipar geração de energia, diz Eletrobras

RIO - A entrada em operação da usina de Belo Monte, que será construída no rio Xingu, no Pará, poderá ser antecipada. De acordo com os contratos, o empreendimento deve começar a gerar energia em 2015, mas o presidente da Eletrobras, José Antônio Muniz Lopes, afirmou que, caso os construtores dos equipamentos consigam antecipar a entrega, a geração será antecipada.

"É um projeto muito simples. Muito mais simples do que Santo Antônio e Jirau. Não vai precisar desviar rios, mas pequenos canais. Vai construir casa de força a seco, fora dos rios, às margens da Transamazônica", explicou Muniz Lopes, que participa de evento promovido pelo Grupo de Estudos do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Gesel/UFRJ).

"O nosso problema é o tempo de fabricação das máquinas. Se os fabricantes conseguirem antecipar a fabricação especial da turbina, vamos antecipar sim, porque, em termos de obra civil, não tem problema", acrescentou.

Na semana passada, o consórcio construtor de Santo Antônio divulgou que a geração de energia da usina deverá ser antecipado em um ano em relação ao previsto no contrato, que é no segundo semestre de 2012.

De acordo com o executivo, a Norte Energia, responsável por Belo Monte, está tentando conseguir para este ano a licença de instalação do canteiro de obras, para que os trabalhos possam começar já no ano que vem. Belo Monte terá capacidade instalada para gerar 11.233 megawatts de energia, com garantia física para entrega de cerca de 4 mil MW.

(Rafael Rosas | Valor)
Hospedagem: UOL Host