UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/08/2010 - 14h12

EPE está otimista com concessão de licença ambiental para hidrelétrica

RIO - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) acredita que será possível suprir este ano toda a demanda de energia para 2015 apenas com leilões de usinas baseadas em fontes renováveis.
O presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, afirmou que teve uma reunião na semana passada com o presidente do Ibama, da qual saiu otimista sobre a possibilidade de conseguir as licenças ambientais para incluir as usinas de Teles Pires e as do Parnaíba no leilão de dezembro de A-5.

Teles Pires, no rio de mesmo nome no Mato Grosso, terá capacidade de gerar 1.800 MW (megawatt), enquanto as do Parnaíba contribuirão com outros 300 MW.

"Estava temeroso, mas fiquei muito otimista depois de reunião no Ibama na semana passada", disse Tolmasquim, que participou de seminário promovido pelo Grupo de Estudos do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Gesel/UFRJ).

O executivo considera "excelente" a hidrelétrica de Teles Pires, já que não há reservas indígenas, nem áreas de conservação na região onde o projeto será erguido.

"Vai ser usina que terá mais competição, mais concorrência. Todo mundo que eu conheço está estudando Teles Pires", frisou Tolmasquim. "Vai ser um marco. Sairemos de situação em que estávamos prisioneiros, de só ter que contratar termelétrica para um ano só de renováveis", acrescentou.

(Rafael Rosas | Valor)
Hospedagem: UOL Host