UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/08/2010 - 09h08

IPC-S fica estável em São Paulo na terceira prévia de agosto, nota FGV

SÃO PAULO - A taxa de variação do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) apresentou acréscimo em três das sete capitais avaliadas na semana encerrada em 22 de agosto, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

Na comparação com a prévia anterior, o IPC-S de São Paulo saiu de queda de 0,04% para estabilidade. Influenciou nesse movimento o comportamento dos grupos Educação, Leitura e Recreação (-0,25% para 0,13%), com destaque para o item Tarifa de Passagem Aérea (-5,02% para 1,23%), e Alimentação (-0,75% para -0,43%), que refletiu o item Hortaliças e Legumes (-7,18% para -5,76%).

Merece destaque o comportamento do IPC-S no Rio de Janeiro, onde o indicador deixou recuo de 0,25% na segunda leitura de agosto para declínio de 0,14% na medição seguinte. Na terceira prévia do mês, quatro das sete classes de despesa registraram aceleração em suas taxas de variação na capital carioca, com destaque para os grupos Alimentação (-1,39% para -1,11%) e Habitação (0,11% para 0,34%).

Em Belo Horizonte, o ritmo de queda do IPC-S teve leve suavização, com o índice indo de baixa de 0,56% para retração de 0,55% entre a segunda e a terceira prévias de agosto.

Entre as quatro capitais que acentuaram a tendência de queda na terceira pesquisa de agosto, Porto Alegre teve a maior desaceleração, de 0,22 ponto percentual, com o IPC-S partindo de recuo de 0,05% para diminuição de 0,27%. Em Recife, o indicador foi de redução de 0,55% para decréscimo de 0,68%. Ainda com deflação, apareceram Brasília (-0,35% para -0,42%) e Salvador (-0,22% para -0,25%).
O IPC-S geral caiu 0,17% na terceira semana de agosto, seguindo baixa de 0,19% no levantamento anterior.

(Daniela Braun | Valor)
Hospedagem: UOL Host