UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/08/2010 - 15h48

Bolsas americanas invertem rumo e Ibovespa reduz queda

SÃO PAULO - A inversão das bolsas americanas para o campo positivo nos negócios desta quarta-feira levou o Ibovespa a reduzir as perdas neste pregão. Ainda assim, o mercado acionário brasileiro se encaminha para o quinto dia seguido de baixa.

Próximo das 15h50, o Ibovespa tinha desvalorização de 0,60% e marcava 64.768 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 3,968 bilhões.

Já em Wall Street, no mesmo horário, o Dow Jones ganhava 0,20%, o Nasdaq tinha alta de 0,58% e o S & P 500 se valorizava em 0,26%.

A equipe de análise da Alpes Corretora assinala que o mercado americano ensaia uma correção, também diante da baixa dos últimos quatro pregões, apesar dos números negativos divulgados hoje.

No Brasil, o grande destaque fica com a Petrobras, cujas ações, que chegaram a cair mais de 1%, reduziram sensivelmente as perdas. O mercado está à espera da definição do preço do barril de petróleo na cessão onerosa.

Nesta tarde, o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, reúne-se com o ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, e com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra.

Há pouco, os papéis PN da estatal caíam 0,38%, negociados a R$ 26,04. Já as ações PNA da Vale cediam 0,99%, a R$ 40,92.

Entre os papéis que compõem o Ibovespa, há pouco, as maiores altas partiam de MMX ON (3,95%, a R$ 12,63), Braskem PNA (3,41%, a R$ 15,15) e BM & FBovespa ON (2,41%, a R$ 12,71).

Já as maiores baixas do índice vinham de Lojas Renner ON (-2,51%, a R$ 55,05), Gol PN (-2,90%, a R$ 21,75) e Cesp PNB (-2,94%, a R$ 25,67).

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host