UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/08/2010 - 14h11

Ibovespa acentua perda e marca 64.274 pontos; dólar sobe para R$ 1,771

SÃO PAULO - O movimento vendedor continua a ditar o rumo dos negócios nas bolsas na tarde desta quarta-feira. No Brasil, o Ibovespa apresenta perdas mais expressivas que as do mercado americano, diante da forte pressão exercida por suas "blue chips".

Por volta das 14h10, o índice recuava 1,35%, aos 64.274 pontos. O giro financeiro estava em R$ 2,947 bilhões.

Em Wall Street, no mesmo horário, enquanto o índice Dow Jones tinha desvalorização de 0,40%, o Nasdaq se depreciava em 0,23% e o S & P 500 apurava baixa de 0,51%.

Indicadores da economia americana referentes à venda de imóveis novos e encomendas de bens duráveis de julho tiveram um desempenho mais fraco que o esperado, o que mantém os investidores avessos ao risco.

No ambiente doméstico, os papéis de maior peso sobre o Ibovespa apresentam perdas expressivas. Minutos atrás, os papéis PNA da Vale recuavam 1,52%, a R$ 40,70, enquanto as ações PN da Petrobras perdiam 1,07%, a R$ 25,86. Já os papéis PNA da Usiminas tinham baixa de 1,46%, a R$ 45,71.

A empresa revelou ontem que seu Conselho de Administração da siderúrgica resolveu deixar para novembro a decisão final sobre seu projeto de expansão da capacidade produtiva de aço.

A construção de uma nova usina, em Santana do Paraíso, a sete quilômetros da fábrica atual em Ipatinga (MG), está orçada em US$ 6 bilhões, incluindo a instalação de uma termelétrica para geração de energia a partir dos gases dos altos-fornos e da aciaria.

Além disso, a Usiminas vai sugerir aos acionistas o desdobramento de ações de emissão da companhia na proporção de um para dois. Desta forma, para cada papel que o investidor possui, ele receberá um novo, sem custo. A proposta foi aprovada ontem pelo Conselho de Administração da Usiminas e será submetida aos sócios em assembleia ainda não agendada.

Se aprovada a operação, o número de ações da Usiminas irá dobrar, sem, no entanto, qualquer alteração no valor do capital social da empresa.

São poucas as ações do Ibovespa que operam no azul. Há instantes, os destaques ficavam com Braskem PNA (4,23%, a R$ 15,27), MMX ON (2,30%, a R$ 12,43) e Duratex ON (1,32%, a R$ 17,63). No sentido oposto, as principais baixas partiam de PDG Realty ON (-3,05%, a R$ 18,06), MRV ON (-3,07%, a R$ 14,80) e Lojas Renner ON (-3,63%, a R$ 54,42).

No mercado cambial, a moeda americana mantém-se em alta em relação à divisa brasileira. Minutos atrás, o dólar comercial subia 0,33%, para R$ 1,771 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host