UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/09/2010 - 19h05

Miguel Jorge diz que Brasil pode dobrar venda de veículos em 15 anos

SÃO PAULO - O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, disse hoje que, mantidas as condições macroeconômicas atuais, as vendas anuais de veículos têm potencial para dobrar de volume em 15 anos.

Citando um estudo encomendado pelo ministério, Miguel Jorge disse que as vendas de carros de passeio, utilitários, caminhões e ônibus poderão alcançar 6,8 milhões de unidades em 2025, partindo de uma base de 3,4 milhões de unidades previstas para este ano pelas montadoras.

Ele afirmou que a estimativa não leva em conta medidas de alívio fiscal, que poderiam estimular ainda mais o setor. Segundo ele, o Brasil teria condições de vender cerca de 1,8 milhão de veículos a mais caso os impostos incidentes nas vendas de carros cedessem para a média mundial de 16% e os juros nos financiamentos de veículos ficassem perto de 16% ao ano.

O ministro citou que o brasileiro paga entre 27% e 30% do valor do carro em impostos. "A redução dos impostos seria importante, mas mesmo sem isso as vendas (de veículos) marcam recorde atrás de recorde", afirmou Miguel Jorge em entrevista a jornalistas, após discurso no congresso organizado pela Fenabrave, a entidade que reúne as concessionárias de veículos.

(Eduardo Laguna | Valor)
Hospedagem: UOL Host