UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/09/2010 - 18h55

SEC amplia número de ações passíveis de circuit braker

SÃO PAULO - Os reguladores federais americanos aumentaram o número de ações abrangidas pelos novos "circuit breakers", que podem pausar as negociações voláteis, em um programa em resposta ao pânico que causou a queda dos mercados financeiros em 6 de maio.A Comissão Valores Mobiliários dos EUA (SEC) aprovou hoje a expansão do programa piloto de circuit breakers de seis meses para as ações componentes do índice Standard & Poor's 500 . Agora, todos papéis no índice Russel 1000 também serão cobertos. A expansão foi proposta à SEC pelas bolsas de valores e já era esperada.

O programa piloto, que começou em meados de junho, interrompe brevemente as negociações de ações que apresentam alta volatilidade. O comércio de ações cobertas que avançarem ou caírem 10% ou mais dentro de um período de 5 minutos é interrompido por cinco minutos adicionais. O "crash rápido" ocorrido em 6 de maio viu o índice Dow Jones mergulhar quase 1.000 pontos em menos de meia hora. Cerca de 30 ações listadas no S&P-500 caíram pelo menos 10% em cinco minutos. O objetivo dessas medidas é evitar a queda livre do mercado e permitir uma reavaliação das ordens de compra e venda. As medidas do circuit breakers foram criadas depois da Segunda-Feira Negra de 1987, e modificadas em 1989, após outra queda brusca do mercado.

(Vanessa Dezem | Valor)
Hospedagem: UOL Host