UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/09/2010 - 17h57

Bolsas americanas sobem com dados da China; bancos são destaque

SÃO PAULO - As bolsas americanas avançaram nesta segunda-feira, ajudadas por dados positivos da economia chinesa. As ações do setor bancário foram destaque de alta após a aprovação das regras de Basileia 3.

O índice Dow Jones subiu 0,78%, para 10.544 pontos; o Nasdaq ganhou 1,93%, para 2.286 pontos; e o S&P 500 fechou aos 1.122 pontos, alta de 1,11%.

O dia foi de otimismo nos principais mercados, por conta dos indicadores da economia da China, que voltaram a mostrar aceleração em agosto. A produção industrial do país cresceu 13,9%, em agosto em relação ao mesmo mês de 2009, expansão que superou a registrada em julho, de 13,4%.
As vendas do varejo também aceleraram a alta, de 18,4% em agosto em relação ao mesmo período de 2009. Em julho, o crescimento havia sido de 17,9%. Já o índice de preços ao consumidor chinês avançou 3,5% na comparação com agosto de 2009, superando o 3,3% de julho. Foi o segundo mês consecutivo em que o indicador ficou acima da meta anual de 3% fixada pelo governo chinês.

Na Suíça, presidentes de 29 bancos centrais e autoridades supervisoras aprovaram neste fim de semana um novo conjunto de regras para o setor bancário, chamado de Basiléia 3. Com o intuito de evitar crises como a que recentemente colocou todo o globo em alerta, as novas regras prevêem o aumento da exigência de capital dos bancos.

O setor reagiu bem à novidade e liderou os ganhos em Wall Street. JP Morgan foi a segunda maior alta do índice Dow Jones, com ganho de 3,4%. Bank of America subiu 3%. A maior alta do dia ficou com os papéis da Microsoft, que dispararam 5,3%.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)
Hospedagem: UOL Host